Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

E a felicidade é...

Hoje vou fazer batota. Postar no local de trabalho, aproveitando o facto de a minha colega de trabalho não estar por cá. Mas é melhor não fazer ondas, senão ela chega aí logo, só para castigar a minha ousadia! eheh
 
Estou cansadinha, hein? Tantos dias sem dizer nada... e tantos dias longe dos outros espaços que leio com tanto carinho e atenção.
 
Agora há mais para contar, mas não quero ser chatinha, mesmo!
 
Antes de tudo, e dando resposta ao final do post anterior, até tenho boas notícias: a festa de baptizado correu lindamente, comportei-me bem, senti-me tranquila e não fui aborrecida pela família (que parece estar a adaptar-se aos meus contornos, apesar de um pouco involuntários...). Aproveitei para conversar muito com os meus primos adolescentes: há lá coisa mais divertida que falar com adolescentes? No meio deles sentia-me uma adolescente também, curiosa, tagarela, ... Foi uma delícia! Acabei a noite numa conversa mais séria sobre a política em França. Como eu costumo dizer ao meu namorado: eu sou como uma luva, adapto-me a todas as pessoas e a todas as conversas; tanto falo sobre música e desenhos animados com os mais novos, como falo sobre Deus com os idosos ou sobre política, economia, moral e ética com os catedráticos de meia-idade! Digamos que é vantajoso ser-se assim. Aparte essa flexibilidade de mente, fosse eu flexível, dinâmica e estável em todas as outras esferas... mas não há perfeição, nem equilíbrio, nem plenitude.
 
No dia seguinte, Domingo, já estava eu de volta com as lamúrias do costume... Dei por mim a pensar que de facto ninguém está bem com o que tem. Há uns anos atrás eu olhava para todas as meninas da turma e tentava sentir-me bem pelo facto de existir sempre uma menina mais gordinha do que eu; agora olho em meu redor e tento encontrar uma menina que seja mais magrinha do que eu e... não vejo! Acho que ontem vi uma menina com o tronco magrinho como o meu, a diferença era que o corpo dela estava mais equilibrado, enquanto que o meu está desfalcado no tronco e apresentável da cintura para baixo.
Afinal, caramba, este corpo é só uma embalagem; mas é a embalagem da minha essência.
Deixei de ser a gordinha da família. Sou, agora, a magrinha, e a que outrora era a magrinha ascendeu ao lugar de gordinha. A vida é irónica, não é?
Dizia-me o meu sábio tio nesse dia de reunião familiar que “felicidade é ter saúde e má memória”. Talvez resida aí a chave das minhas inquietações: tenha eu e tenham todos má memória, porque eu tenho saúde, e que todos tenham saúde também.
Cada dia é, efectivamente, uma benção; cada oportunidade aqui e agora é uma dádiva, por isso temos de pensar mais no agradecimento diário que urge fazer à vida e pensar menos nas facilidades de um mundo que se nos entrega de bandeja. Por isso os sacrifícios valem tanto, especialmente em sociedades como a nossa e em dias como os nossos, em que tudo é facilmente obtido, em que nem pensamos no processo por detrás de cada objecto. O mundo dos objectos engole-nos e leva-nos a consciência do quão penosa é a criação. Por isso somos ingratos, mal agradecidos e pouco contemplativos.
Façamos rituais. Porque os momentos são oportunidades e rituais. Para quê banalizá-los ou transformá-los em lixo? Por isso compreendo como custa mas como vale a pena fazer sacrifícios e não cair em tentações fáceis de mais.
Somos a geração das facilidades. E porque não contrariá-lo? Porque não regressar às origens, quando se suava para obter algo que então era de facto valorizado?
 
A felicidade não está embalada, nem sequer a ser produzida em massa numa qualquer unidade fabril no leste da Europa para ser vendida a baixo preço. A felicidade está aqui, em nós, sempre, e tomá-la nos braços é o que faremos, implique sacrifícios, lutas, batalhas, lágrimas, ... tudo vale, tudo, desde que... haja saúde e pouca memória!
 
Beijinhos com saudades e promessas de mais notícias em breve, porque inquietações... essas não me deixam nunca... adulta sem chão!
 
Hoje estou...: Tranquilamente assustada
Música de fundo: Mozart - Requiem
Publicado por opium às 11:12
link do post | Comentar | favorito
|
3 comentários:
De Miss Aninhas a 14 de Junho de 2007 às 15:20
adorei o teu post, concordo com as salganhadas todas - nunca estamos satisfeitos mas por outro lado acomodamo-nos demais às facilidades...somos uma geração cheia de caprichos e papás :D estou sem tempo, ando cheia de coisas na cabeça e por isso n devo actualizar o blog tão depressa. mas visito religiosamente este muito das miudas paradoxais-insatisfeitas-vaidosas e perfeccionistas e por aí fora. Sinto-me menos sozinha qd leio textos como o teu :) um beijinho e força*

ps - em relação ao problema do pão...nunca te cheguei a rsp nada em relação a isso. Eu acho q n é nenhum e a minha mãe aki à dias disse q tinha ouvido um nutricionista na tv a dizer que "o problema não é o pão mas sim, o que se come com ele". realmente à pessoas que abusam e comem tipo pão com manteiga gorda+queijo gordo+presunto ou fiambre. deus nos livre.
De nihil a 14 de Junho de 2007 às 22:11
olá opium,
já estava com saudades dos teus post, esse trabalho ocupa-te mesmo todo o tempo e mais algum que surja...mas isso é bom.....á parte das dores de cabeça que trás, deixa-nos ocupadas e evita um pouco que os nossos pensamentos fujam para longe....para junto das nossas inquietações.
Faz bem pensar, reflectir sobre elas, mas não podemos deixar que comandem as nossas vidas, como muitas e muitas vezes acontece.
beijinhos muito grandes
De mãezona a 16 de Junho de 2007 às 00:36
Gostei tanto de te ler..mas tanto!!Nem imaginas!!!!
A minha teen até as calças caem pelo rabo abaixo..tá na moda pois claro.Quanto ás pernas..pois tambem ela tem esse problema.Já lhe tentei explicar que aquilo não +e gordura!!Simplesmente é musculo.Ela faz ginástica na escola (é claro) além disso tem gimicas e tambem anda no hip hop.é claro que as pernas são grossas!!!!São musculadas..Bom mas é para falr de ti e não da minha filhota.O teu tio tem toda a razão naquilo que diz..OlHA PARA AS COISA BOAS DA VIDA,VAIS VER QUE ASSIM AINDA ÉS MAIS FELIZ..gOSTO MUITO DE TE LER...
BEIJINHOS MIL E BOM FDS!!!

Comentar post

.Quem sou?

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.ProZas recentes

. Sinceramente...

. Será o típico "blá blá"?

. Dia bom, dia mau, dia bom...

. Uma caverna, que tal?

. Ansiedade, ansiedade e ma...

. Hardcore

. Fantasias, sonhos, realid...

. Incongruências

. A matemática das coisas

. 6.º grau de turbulência i...

.ProZas antigas

blogs SAPO

.subscrever feeds